O DEFI foi fundado em 2007 com o objetivo de promover e organizar a investigação e ensaios clínicos, a formação institucional e o ensino em ciências da saúde. A documentação e o património, representados pela Biblioteca e pela Museologia são áreas que integram o DEFI desde a sua individualidade.

A estreita cooperação com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto permite o desenvolvimento da academia. A cultura de colaboração com mais de três décadas, consolidada em 2015 com a criação do Centro Académico Clínico ICBAS-ULSSA, incrementa programas formativos dirigidos para a investigação.

 
Organização

O DEFI é dirigido por um Conselho Diretivo e está organizado em três áreas, Ensino, Formação e Desenvolvimento Humano, a Biblioteca e Documentação, o Património Cultural e Museu.


 

Conselho Diretivo do DEFI: