CHUPorto é parceiro no desenvolvimento de tecnologia para a prevenção e tratamento da doença arterial periférica

Em colaboração com o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC-TEC), o CHUPorto, encontra-se a desenvolver uma aplicação para telemóvel que permite a supervisão de planos individualizados de exercício físico terapêutico realizados em ambulatório, para pessoas com doença arterial periférica.  Este é um projeto apoiado e financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. 

A doença cardiovascular é responsável pela maioria das mortes em Portugal. Uma das suas manifestações é a doença arterial periférica que conduz a um défice de irrigação dos membros inferiores e que se não tratada atempadamente resulta em isquemia.  

O exercício físico desde que apropriado à condição clínica do doente ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo nos membros inferiores. A aplicação WalkingPAD tem como objetivo monitorizar à distância programas de exercícios individualizados. Tendo por base a área de residência do doente são criados circuitos pedestres com intensidade progressiva de acordo com a sua condição clínica e progresso alcançado. Ao mesmo tempo que evita a sua deslocação ao hospital a aplicação ajuda o doente a adotar alterações saudáveis do comportamento que perdurem no tempo.